Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FINDAS NOITES SEM LUZ

Uma noite tua
mais uma noite minha
resultará numa noite interminável!

delas,
nascerá um sol de grandeza incomparável
a todos os amores quase tão amores
que sobrevivem pela madrugada
a povoar boa parte da Terra.

elas
[mesmo em não estado de graça]
unidas declararão
que não há escuridão permanente
quando a alma vive am paz
por mais que possa trazer à luz corpos celestiais
espantados de como a nudez renasce
ou transparece, quando há alma.

Quietamente,
a noite tua falou para a noite minha
que tem olhos já maduros;
secretamente,
a minha noite disse para a noite tua
que não há mais lençóis escuros.

E as arquitetas de algodão
[sobrevoarão]
o êxtase, o gozo, o repouso e o sono
pela união da noite interminável
[onde há brilho tanto]
sem madrugadas para recontar
fabulas aos corpos desacontecidos.
Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 21/02/2006
Código do texto: T114750
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19525 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:29)
Djalma Filho