Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



A  FUGA  DA TEIA

O amor é fogo que ateia
inflama e incendeia
prende como teia
quanto mais se nega, mais anseia...

Quero tua prisão; tuas algemas
Ficar enredado sem dilemas
Exaltando o amor em muitos poemas
E, em silêncio, dizer-te carícias supremas

Levar-te um lírio da noite como sinal de ternura
Ter-te como modelo da minha melhor pintura
Cantar uma canção que transmita candura
Fazer-te primavera e sugar teu mel no esplendor da doçura

Até experimentar a embriaguez
Porque estou farto da lucidez
Libertar-me do cárcere com insensatez
E viver. Ser livre. LIVRE...Sem timidez...

nvelasco
Enviado por nvelasco em 22/02/2006
Código do texto: T114805
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
nvelasco
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
83 textos (2620 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:53)
nvelasco