Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0237 - Como ficar triste...



Não quero saber o que está me acontecendo,
amanheci triste, acho que chorei um pouco,
sentia-me só, me sinto vazio, um vazio de ternura,
falta-me um toque de mão, um toque de amor, um toque...
Acho que peço demais, pedi demais, mesmo assim lhe peço...

Não sei se estou indo ou vindo de você,
está me fazendo coisas aqui dentro, misturou tudo,
estou deliciosamente perdido, não me encontro,
nas minhas lembranças só tem sua imagem,
seu corpo, seu beijo, seu tudo, é você em mim.

Poderia escrever dia e noite sem parar e não ia entender,
tenho que ir um pouco mais distante do que sonhei,
quero ser além de amante, além de tudo, pra valer,
tudo me faz viajar entre idéias e jeitos malucos de ser,
até os encontros e alguns jeitos de se dar.

Queria mudar e acho que estou me mudando,
preciso de um endereço, de um coração que me grude,
da segurança de uns braços que me segure,
dos carinhos que faltam no meu corpo,
falta-me você... foi o que sobrou das minhas carências.

19/04/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 15/04/2005
Código do texto: T11482
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116251 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:40)
Caio Lucas