Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0238 - Escritas de amor



Escreveu em meu corpo,
não palavras, sentimentos apenas,
transcendeu todas as linhas,
remendou pedaços soltos em mim.

Poderia eu agradecer, mas não...
quando sua mão estendeu,
previ que sua paixão ia me abalar,
o inesperado já tinha acontecido.

Precisava de uma loucura,
um toque invisível dentro do peito,
a despedida de outros sentimentos,
o corpo solto, livre e preso a você.

Deixa-me seguir desgovernado,
explorar seu corpo por dentro,
surpreendê-la com meus gozos,
amá-la com meu amor, puro ou não.

20/04/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 15/04/2005
Código do texto: T11483
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116250 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:31)
Caio Lucas