Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM DIA FELIZ

Um dia feliz começa assim:
O pássaro escapou da gaiola e, de cima da mangueira,
me espia, feliz.
O cão se absteve de ir buscar o jornal,
noticias não lhe interessam mais...
O gás se permitiu não acender o fogão,
"se quer comer", disse ele, "coma algo natural..."
A porta, sem chave, escancarou-se para o dia,
"adeus, chave..."
Nuvens zanzavam sem rumo, as vezes chovia fino,
sorriam para o sol, quente, hidrogênico, feliz...
O banco anunciava que os juros escaparam pelos fundos,
a igreja anunciava que um milagre acontecera,
o Homem descera à Terra,
lá, de Brasilia, vinha a noticia de que o presidente
acabara com as favelas, o povo de lá foi para as suas casas,
no breakfeast, Bush, Saddam, Evo, Putin, Bin Laden, riram muito contando piadas sobre homens que governam seus países com mão de ferro...
Ao sair para o centro da cidade não havia pedintes,
não havia prostitutas nas esquinas,
não havia doentes em filas,
não havia homens isolados em celas,
não havia eu e você nos espiando através de um poema,
poema esse que funciona como olho de fechadura,
havia uma certa cumplicidade amorosa,
um aroma de simpatia pelo ar,
fragrância de calor humano,
uma brisa suave de felicidade,
havia, nesse dia,
um dia para não se esquecer jamais.
 

Preto Moreno
23/02/2006

Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 23/02/2006
Código do texto: T115414

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6768 textos (102475 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:38)