Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A HORA SEM LIMITE (2)

Chegada a hora
o prazer não é só sonho:
[gozo!]

Teu cheiro sobre o cheiro do meu corpo
tem cheiro de bicho-macho
[desnamorado]
Tua pele a roçar pela minha pele
[estremece]
leva-me a movimentos involuntários:
[ardo!]

Chegada a hora,
és possuidor, agressivo e compulsivo.
Chegada a hora,
sou aquela afiada, afim e aflita
[invadida]
por ti.

Passada a hora,
[pena]
foste finito.
Djalma Filho
Enviado por Djalma Filho em 23/02/2006
Código do texto: T115500
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Djalma Filho http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=686). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Djalma Filho
Salvador - Bahia - Brasil
658 textos (19520 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:47)
Djalma Filho