Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LÁ ATRÁS

LÁ ATRÁS

Mário Osny Rosa

Esse lá atrás faz quarenta e cinco anos.
Pois ainda me lembro dos primeiros
Trombadinha que começaram agir.
Ninguém tomou providência
E deixou o mal emergir.
Foram eles se especializando
E a cidade transformando.
No maior gueto
De assalto e trombadas,
Até a mão armada.
Chegamos a esse momento
Com mais um grande tormento,
Vivemos sem nenhum alento.
Cadê os movimentos de atendimentos?
O Menor, Pro-menor Febem,
Tudo naufragou deles na restou.
E a pobreza desvalida,
Nos guetos das periferias.
Lá impera a leia da covardia
Ninguém vê, ninguém sabe.
Ninguém fala com medo
Dos comandos das Ganges.
Reflexos de um governo falido
No atendimento aos desvalidos.

São José/SC, 13 de outubro de 2.005.
morja@intergate.com.br
www.mario.poetasadvogados.com.br


Asor
Enviado por Asor em 24/02/2006
Código do texto: T115754
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Asor
São José - Santa Catarina - Brasil
1677 textos (36850 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:19)
Asor