Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SER POETA




Ser poeta,
É primeiro ser “homem”.

Ser poeta,
É ser-se menino,
E sorrir baixinho,
Enquanto
Os anjos dormem.

Poetas há-os aos centos:
Uns que são lamentos,
Outros a alegria,
E ainda
Outros tantos,
Que não versam de dia.

E há os repentistas,
E os populares,
Decadentistas
E renascentistas,
Houve-os aos milhares.

Ser poeta,
É criar um corpo,
Onde antes era nada.

E desse nada,
Outrora morto,
E chama apagada,
Recriar um porto,
E uma caravela fundeada.

Ser poeta,
É ter asas e voar,
Morrer a cada instante,
E de novo renascido,
Trazer no fresco do olhar,
Lá de um mundo,
A nós distante,
Algo antes nunca vivido.

Depois
Que for finda a viagem,
E a sua meta
Atravessada,

Ao poeta cabe revelar,
Que a porta por ele aberta,
Aos seus leitores
Deve uma parcela,
De tão sublime viagem.

Jorge Humberto
in Mosaico
Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 25/02/2006
Código do texto: T115960
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 50 anos
2622 textos (66670 leituras)
22 áudios (937 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:55)
Jorge Humberto