Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Brasília

Em tua alvorada resplandece sua glória
Ao apego inútil, transformas dias em dia.
A cada nascer do sol, morre em vão uma lua
Este vão cabe a ignorância do mundo.

Em formas geométricas escondes suas caras pérfidas
Prédios retos de esplendor, homens curvos de sacrifício.
Quanto das tuas retas não foi sangue do Brasil.
Dos seus predicativos poucos são os verbos.

Crepúsculo de uma nova era
Fúria selvagem duma tecnocracia medíocre
Cultura do ópio, cultura do ócio, cultura da descultura.

Enfim, Brasília espelho côncavo do Brasil.
Insuflas muitas culpas
Mente, não nega, e não negarás.


Ricardo Rose
Enviado por Ricardo Rose em 25/02/2006
Código do texto: T115971
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Rose
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 31 anos
6 textos (414 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:03)