Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VIDA DUPLA



Cada poeta sua magia tem
A poesia é semente fértil
Que no jardim de nosso peito
Fixa-se, germina, vai além
Do que os humanos vislumbram
Na imensidão de seus pensamentos
Os quereres poéticos, por vezes
Lamentos...Choram quietos!
Quem entende a alma do poeta?
Sua realidade é uma...
Seu sonho é outro...
Bárbaro confronto!
A vida prosaica...a labuta
Trunca os anseios da inspiração
A vida fantástica da alma em festa
Fica submersa no cotidiano...é o que resta!
Quem dera ao poeta viver o sonho
Que seu eu carrega?
Dar-se na entrega de amores irreais...
Viajar em conjunções astrais...
Sem um saber nenhum das confusões terrenas
Romper barreira da ética...
Desconfigurar a estética...
Subir...subir...até aos píncaros do surreal
Amor atingir...navegar...flutuar e no
Horizonte de um maior devaneio repousar...

O agora grita...a alma aflita desperta...
Retorna ao corpo, inerte...
Até que a poesia, outra vez, a desperte!

Denise



Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 05/01/2005
Código do texto: T1169

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916672 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:07)
Denise Severgnini