Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PERDIDOS

O que quero de mim, tão mudo,
Tão surdo que nem ouço a própria voz ?
Perco-me em nada mesmo que tudo
Tenha ou pretenda quando estou a sós.

Quando estou comigo, não me importa o mundo,
Nem ele se importa co’a minha dor atroz,
Já que não ouve o meu gemer profundo,
Nem eu lhe posso escutar a voz.

Duas vãs filosofias, cheias de vazio,
Naturezas mortas, sem princípio e fim:
O mundo se perde em seu próprio frio,
Enquanto eu me perco dentro de mim.
mreno
Enviado por mreno em 17/04/2005
Código do texto: T11690
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
mreno
Itajubá - Minas Gerais - Brasil
37 textos (1814 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:51)