Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Atitude

Vais, nesse teu caminhar quase louco
De desejo pouco, de sonho a alcançar
Qual máquina pelas ruas a galopar
Com  o belo sorriso a ti enfeitar

Tudo é rápido, até no ato de falar
Natas-te de repente que é o fim
Tu caminhas feito o avião no ar
E do passado nem queres lembrar

Acalme-te, a tranqüilidade é longevidade
Serenas o coração, uses a emoção
No tempo certo e serás vitorioso
Ao deparar-te com o amor gostoso.

A vida é a tua história não escrita
Que no tempo há de perpetuar
Um feito desfeito há  de vingar
Com  calmo vento que irá soprar

Não fiques tu ai parado a imaginar,
É preciso o teu corpo se movimentar
Como a valsa no salão a bailar
O sangue calmamente fluir nas veias
Para pulmões cumprirem o bom respirar

Deixes a pressa para máquinas e ventos,
Automóveis, aviões e naves espaciais.
Buscas em teu peito o calmo sossego
A divindade, a paz, se melhor achares,
E  o aconchego a ti encontrará à luz  do luar
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 28/02/2006
Reeditado em 01/03/2006
Código do texto: T117022
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3129 textos (79585 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:15)
R J Cardoso