Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

(imagem de Jorge Manuel Lopes)

UM CORAÇÃO VAZIO

Há dias em que dentro é frio
e que tudo o que  desejo
é um coração vazio.
Não um corpo sem tesão,
veja bem,
mas um oco no coração.
Oco total, vazio.
O corpo, este não,
que seja pleno de cio.
Deve poupar-me dores,
o coração vazio.
Deve dar-me só os gozos,
o corpo cheio de cio.
Como é tudo desejo,
vontade de esquecimento,
deixo estar, relaxo,
e então, finjo que esqueço,
que passe esse momento 
em que fico no "penso", 
no "acho".
Aqueço meu próprio frio
na base do esculacho
e como não sei se posso,
nada sei, nem desconfio,
vou deixando ir
que hora dessas me acho.
Eu acho...

19 de novembro de 1998
Débora Denadai
Enviado por Débora Denadai em 02/03/2006
Código do texto: T117678

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Denadai
Caracas - Distrito Federal - Venezuela, 54 anos
722 textos (154011 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:24)
Débora Denadai