Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Encanto


Por ele assalto o poema
Revisto
Saio de cena
Caio no abismo
Invento dilema
Por ele sou metáfora
absurdo e fonema
Alicio o mundo
Forjo sinais
Crio armadilhas
Devoro os "ais"
Por ele sou tonta
feito libélula
quase nunca pronta
faço contas em miçangas
desarrumo malas
ultrapasso limites
Arrisco palpites
feito coração que pula da boca
Por ele sou rouca, voraz e louca
Amo seu jeito saquê inebriante
saca rolhas
alto falante
vagalume pierrot en passant
boêmio, perdido, bon vivant
Por ele empilho palavras
Destilo em árias
toco acordeon
por ele toda a luz e a nudez de um neon
Catarses
Cartazes
Compro guerras e pazes
Faço análise
troco frases
Submeto-me ao instante sub reptícil
de padecer no paraíso de ser um verso
ainda que de improviso...
Sou tema de Lara
Ele, Dr. Jivago
Por ele divago...
Crio compassos de dança
Jogo minhas tranças
Por ele ser tantos
Ungüentos
descansos
quebrantos...
Mordo a língua do meu amor
com a voz azul de um manto
Por ele...todo um canto

Izabella Gamellas
Enviado por Izabella Gamellas em 03/03/2006
Código do texto: T118167
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Izabella Gamellas
São Luís - Maranhão - Brasil
107 textos (10689 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:46)
Izabella Gamellas