Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BEIJA-FLOR DE MIM

BEIJA-FLOR DE MIM
Lílian Maial



Em que pese a gravidade e o tempo,
As chuvas, o vento, o predador,
O beija-flor paira no ar e busca, na flor,
Sua beleza, seu amor, seu alimento.


Não há solo firme, não há promessas, não há amanhã,
Apenas a necessidade instantânea de vida
E nesse desprendimento, pela estrada mais florida,
Voa frenético em sua certeza vã.


Não consegue parar de bater as asas
Precisa delas para seguir a viver
E como eu, entre rosas e espinhos morrer
Ou deixar acesa pra sempre a brasa.


Não teme, o beija-flor, o maior perigo
Por não conhecer, de pronto, quem o rodeia
E dentro da bela flor de onde suga a seiva
Encontra também o veneno e o castigo.


Voa livre, beija-flor, na primavera
Vai de encontro ao sol e à eternidade
Não dê margem à cobiça ou à maldade
Cubra-se de céu nessa longa espera.


Em seu bico, o doce e o amargo
Em seu corpo, as penas, furta-cor
Em seus olhos, a verdade e a dor
Em seu caminho, a leveza e o fardo


Suga, beija-flor, tudo o que pode
Leva a graça, a alegria, a luz, a cor
E partilha a ambigüidade desse amor
Que aqui torço por nós e nossa sorte.


**********

Do livro "Enfim, renasci!" - Ed Impetus
jul/2000

Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 03/03/2006
Código do texto: T118214

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248669 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:38)
Lílian Maial

Site do Escritor