Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desejo




Meu corpo, singelo abrigo de alma ardente
Diminuto, porém com sentidos exacerbados
Vibra no calor incandescente
Do desejo a que se vê escravizado

A luxúria atiça as possibilidades
Exercendo uma atração irresistível
Inebria os domínios da vontade
Deixando-me, aos seus encantos, suscetível

Arde o desejo em total loucura
Inflamando todo espaço que há em mim
A ânsia de buscá-lo me tortura
E eu sigo a busca-lo enfim

Arrebatados por impulsos de delírio
Sucumbimos aos apelos da emoção
E o mistério que envolve este martírio
Entrelaça nossa alma e coração

Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 18/04/2005
Código do texto: T11887
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215194 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:27)
Priscila de Loureiro Coelho