Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DO OLIMPO AO PELOURINHO

Hermes trouxe a notícia !
A sentença foi decretada
Provocaram a ira de Zeus
Por causa de uma mulher amada
Dioniso, seu filho, enlouqueceu
Despiu-se das vestes de deus
E assim como Prometeu
Que deu o fogo para homens
Abandonou Ariadne no Olimpo
E em meio a sátiros, ninfas, bacantes
Amou como nunca dantes
Essa mulher perdição.

A sentença vai ser cumprida
Dioniso endoideceu !
Convoquem depressa Morfeu
E Géia, a dona da vida
Expulsem os dois deste mundo
Os coloquem num sono profundo
Juntos como queriam
Ébrios de vinho e de amor
E, que somente milênios depois
Se livrem desse torpor

MILÊNIOS DEPOIS :

Êpa babá !
O chefe supremo da corte celestial
O pai, o rei Oxalá
Aquele que afasta todo o mal
Se compadece do "fio" e da "fia"
Que estão num sono de um "trabáio feito"
E agora vai ser desfeito.
- Aqui nesta terra eu mando
Aqui não é Grécia, é Bahia
Eu quero esses dois sambando
Até o raiar do dia
Nas cordas de um afoxé

- Saravá !

E assim renascem os amantes
Na terra de Salvador
Agora não são mais bacantes
Filhos de Gandhi e turbantes
Carnaval, cerveja e suor
Ele agora semi-deus
Ela agora semi-nua
Gemem debaixo da lua
Na praia de Amaralina
Ou será mesmo em Ondina?
Uma odisséia de amor !

Esta história real
Forjada em metal de Ogum
Começa neste momento
Passeia no dengo de Oxum
Termina em Iemanjá sensual

Saravá !

Mizifio ainda tem
"muita histora prá contá"





Dionisio Teles
Enviado por Dionisio Teles em 05/03/2006
Reeditado em 23/05/2006
Código do texto: T119149

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dionisio Teles). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dionisio Teles
Barueri - São Paulo - Brasil, 64 anos
177 textos (43590 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:00)
Dionisio Teles