Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NU ARTÍSTICO


Esse teu corpo é uma criação sagrada ou profana?
Sem ti nela ou sem ti vela?
Já vaguei e divaguei por este mundo
Em busca do aconchego de um abraço
Sem retorno e sem transtorno...
Onde estavas?
Teria sido um terno amor eterno ou
será que saio da vida sem ensaio?
Seria ótimo esse átimo, disto tenho certeza...
Rendi-me ao teu encanto que me encanta
E não planto pranto, disto te garanto
Ou quem sabe se a cigana te engana?
Não quero repetir o poeta Francisco Otaviano
em Ilusões da Vida:
"Quem passou pela vida e não sofreu/
foi espectro de homem - não foi homem/
só passou pela vida e não viveu."
Se algum amor machucou teu peito
É porque também tiveste proveito
E o amor, enquanto durou, foi amor-perfeito
Bruxa... desembucha... Ou tu és gaúcha?
Preferes ser musa reclusa ou Medusa?
"Tem que ser do meu jeito"...
É assim ou é o fim
Tem cheiro de passaporte de
pessoa sem sorte
Foi mal. Estava em teu fichário...
Fui o destinatário...Mas não é o meu calvário...

nvelasco
Enviado por nvelasco em 05/03/2006
Código do texto: T119273
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
nvelasco
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
83 textos (2618 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:50)
nvelasco