Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEDE

Mil desertos romperei
até ter ciência da sede
que seca teu beijo e mata.
Fissuras escalarei
até sentir sentir o que catas
se toque d'ouro ou sucata.
 
Se cavas qual  lixo, bicho
por entre ratos de beco
não me ligo, muros picho
no negro ai do teu eco.
 
Mil correntes, romperei
só pra baixar do castelo,
a metáfora da ponte,
e dar-te o seio qual fonte
 
Como preciso aprender
a ser ser e "vir a ser".
 
 
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 06/03/2006
Código do texto: T119368
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11441 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 19:49)
Elane Tomich

Site do Escritor