Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GÊNESE

lisieux

Deixo aproximar-se de mim
um sopro estranho
e sons se agitam,
dentro do meu peito.

Imagens se confundem
nas retinas
formando histórias
de enredo inatingível...

Ah... o ato de criar
é como a morte!

Esvaziar-me, despojar-me
em holocausto,
para que surja
no final,
a poesia...

BH - 06.03.06
lisieux
Enviado por lisieux em 06/03/2006
Código do texto: T119714
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lisieux
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 61 anos
394 textos (14454 leituras)
3 e-livros (409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:36)
lisieux