Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não importa

Não importa o que a cabeça pensa
Não importa o que a alma deseja
Não importa o que o coração sonha
Não importa o que querem as mãos

Não importam as heresias
Não importam as maldições
Não importam os sacrilégios
Não importam os desaforos
Não importam os desafios
Não importam as intenções

Sou poeta
Solto-me no ar
Navego no mar das letras
Deixo-me arder no fogo das palavras
Faço cair por terra todas as máscaras
Vivo de alucinações

Alimentam-me os delírios
Dou vida ao que não tem vida
Ressuscito o que já morreu
Fecho os olhos ao que todos querem ver
Só enxergo o que o meu coração me faz perceber

Se não existir...invento
Se estão lá...eu uso
Se eu gosto...escrevo
Si no me gusta...traduzo
Se está claro...escuro
Se está escuro...deixo como está

Se doer...aperto
Se ferir...eu apago
Se me levar...retorno
Se for embora...eu trago
Se me prender...liberto
Se libertar...me calo

Se for de todos...meu
Se for de mim...só meu...
Tom Alves
Enviado por Tom Alves em 06/03/2006
Reeditado em 16/03/2010
Código do texto: T119728

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Tom Alves
Salvador - Bahia - Brasil
22 textos (564 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:41)