Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amarás

Sim, é bom, até as paredes sabem
Desprendidas de todos, de
Todos os ranços
Pequenas peças,
Postas, pedras por pedras,
De sólidas bases
Um só prego
Único
Pingo, tachinha, pregada,
Largada ao léu
Do coração sideral
Pequena cabeça. de cabeça
Uma boca molhada,
A beijar, beijar, beijo, beijar,
Paredes
Ah! esse súbito subir
Flutu-ante, ( a tu ),
Bicos de cristais
Azul, prata e grená
Brilho dos seus olhos,
Olhos estrelas
Estrelas do mar
Mar que a nós, cobre,
Feito gotas de sereno
A carinhar
De abraço, sorriso, riso
Esse amor,
Assim, caminhar.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 19/04/2005
Código do texto: T12033
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120254 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:24)
Peixão