Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PENSARES

Num esplendor infinito
Sobrara pelo convés
Aquela chuva miúda
Vinda do crespo do mar

Espuma de que se reveste
Indefinido espanto
Momento eternizado
Que só percebe a criança

O horizonte é muito longe
Não se alcança
De olhar tão próximo
E nem distante e despido

Que esse enxergar apertado
Onde inexiste o passado
Lá no futuro nascido
É totalmente esquecido


Miguel Eduardo Gonçalves
Enviado por Miguel Eduardo Gonçalves em 08/03/2006
Código do texto: T120408
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Eduardo Gonçalves
São Paulo - São Paulo - Brasil
908 textos (30678 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:38)
Miguel Eduardo Gonçalves