Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Há ventos contrários...

Há ventos contrários
Como nunca deixarão
De passar por entre
Essas veredas,
Batalhões de formigas.
Expressão da cara,
Na cara das pessoas
É como um cinzeiro cheio
De fumos apagados,
Amassados.
Como esse ar semi-pesado,
Essa estupidez quase latente.
Folha de folha caída,
Murcha e doente
Feito fio de luz,
Árvore tombada, na calçada
De uma rua
Qualquer.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 19/04/2005
Código do texto: T12066
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120252 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:33)
Peixão