Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Missal

Uma vela te ilumina assim que adentra,
Delineando detalhes por vezes secretos...
Como os seios, que a camisola salienta,
Absorvidos pelo escuro, lentamente, discreto...
~
Apaga então a vela, e abre a janela,
Soltando os cabelos ao vento...
Percebendo a luz da lua cruzar por ela,
Como se congelasse a imagem neste momento...
~
Fotografada pela retina em preto e branco,
Revela-me a suavidade de sua tez...
Hipnotizando-me como há um quebranto,
Ao me desvendar aos poucos sua nudez...
~
Quero a magia de te tocar amando,
Num missal, descrevo-te rubramente flor...
Então a poesia lentamente vai se formando,
Nascendo em verbos e rimas de amor...
~
Mas só observo taxativo... vôo longe,
Pois não faço parte desta magia...
Você somente em meu pensamento se esconde,
Revelando-se no mistério de minha poesia...
~
Tal qual as miseras mãos que te tocam,
Sei mesmo, não são as minhas...
São como estranhos que me provocam,
Então a poesia passa a ser uma ladainha...
~
É um desamor que me toma conta,
Como uma prece de forma anormal...
Então minha fé assim se afronta,
Desfolhadas tristes nesse missal...
Marco Ramos
Enviado por Marco Ramos em 10/03/2006
Código do texto: T121288
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Ramos
Salvador - Bahia - Brasil, 47 anos
242 textos (16657 leituras)
5 áudios (355 audições)
3 e-livros (406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:55)
Marco Ramos