Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS MINHAS MÃOS...






           



As minhas mãos frias
Frias e vazias
Pela ausência das tuas...

As minhas mãos vazias,
Vazias e frias
Que jamais tocarão as tuas...

Muito me doem as minhas mãos vazias,
Tanto quanto as minhas lágrimas sufocadas,
Mudas,
Surdas,
Sem som, sem nexo, aturdidas e magoadas
Como as minhas mãos, das tuas vazias...

Estão gélidas as minhas mãos vazias...
Tão dolorosamente vazias!
E o meu soluçar silencioso vai sendo engolido
Pelo meu coração esvaziado, tão só e tão ferido...

E assim ficaram, vazias e frias, as minhas mãos...

Aquelas mãos que, por tão entrelaçadas nas tuas,
Não se distinguia quais eram as minhas ou as tuas!...





































































































HELENA BANDEIRA
Enviado por HELENA BANDEIRA em 10/03/2006
Código do texto: T121518
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HELENA BANDEIRA
Portugal
397 textos (11666 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:08)
HELENA BANDEIRA