Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MODELO* (dedicado a Sylvia Plath)

MODELO* (poema dedicado a Sylvia Plath)
Lílian Maial



A beleza é estéril e fugidia,
mesmo que se tente, a todo custo, aprisioná-la
por trás de espelhos fictícios,
que mintam reflexos do passar dos dias.

Ela é frágil, uma ninfeta,
que nada sabe de frutos e raízes,
nem nada entende de luas e silêncios.

Enruga a cada amanhecer
com o desespero do apego,
com a vaga ocupada pelo recém-chegado,
com o luto por mais uma linha do tempo na pele.

A beleza é estéril e fugidia,
não faz vigília nas noites de febre,
não traz nos olhos promessas de eternidade.

Ela é cruel e assustadora,
tem encantos e mistérios,
é desejada e invejada,
mas é traça nas gavetas emperradas do inverno,
como gás invisível e inodoro,
ceifando os sonhos e memórias de verão.


***********


Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 11/03/2006
Código do texto: T121939

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248804 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:00)
Lílian Maial

Site do Escritor