Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AH! SE ALGUM DELES TE VISSE

Ah! Se Jorge Amado te visse
Antes que eu te encontrasse
Talvez ele não escrevesse
Os romances que escreveu.
Talvez se apaixonasse
E, por paixão ou por medo
Mudasse todo o enredo
Tirasse o cravo e a canela
Colocando no lugar dela
Você, mulher... Dona Flor
Quem sabe até,numa heresia !
Mudasse de Salvador.

Ah! Se Caymmi te visse
Antes que eu te encontrasse
Talvez ele não compusesse.
Marina, teria outro nome
Na certa seria o seu.
E ele, homem de fé
Talvez se tornasse um ateu
Iría ao Bomfim à pé
Somente para proclamar:
João Valentão fraquejou
E o “doce morrer no mar”
Morreu ao te encontrar.

Ah! Se Caribé te visse
Antes que eu te encontrasse
Talvez ele não pintasse
As cabeças de filho-de-santo.
E ele, que era inquieto
Talvez se acostasse num canto
Clamando a Iemanjá seu afeto.
Talvez não pintasse as mulheres
Negras esculturais
Talvez só pintasse você
Outra mulher, nunca mais
Turista algum há de ver.

Ah! Se Mario Cravo te visse
Antes que eu te encontrasse
Talvez ele não esculpisse
No cobre, no ferro ou latão
A sua obra-prima seria
Somente buscar a moldura
Arrancar toda a luz do dia
E você seria a escultura
Eternizando o momento
Na lente da fotografia
A sua segunda paixão.
E assim, congelando a emoção.

Ah! Se Vinicius te visse
Antes que eu te encontrasse.
Talvez ele não poetasse.
Seria impossível um poema
Não existiria Garota de Ipanema
Não sairia nem mesmo um fonema.
Tudo porque sua manha
Inibiria o “Canto de Ossanha”.
E o poetinha de Arrastão
Louco, se poria a declamar:
Sei lá... a vida tem sempre razão
Eu sei que vou te amar.

Ah! Se algum deles te visse
Antes que eu te encontrasse
Talvez eu não existisse.
Dionisio Teles
Enviado por Dionisio Teles em 13/03/2006
Código do texto: T122553

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dionisio Teles). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dionisio Teles
Barueri - São Paulo - Brasil, 64 anos
177 textos (43635 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:39)
Dionisio Teles