Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alguma coisa se passa no Território Inimigo

"Não desdenhem as trevas, elas podem estar onde menos esperamos"


 
As coisas deixaram
De fazer sentido

 
Alguma coisa se passa no território inimigo


Um sorriso
Pode ter um potencial escondido agressivo
O silêncio diz-me que:


Alguma coisa se passa no território inimigo


Ouve o meu conselho,
Faz o que te digo
Fui e regressei das sombras e te garanto:


Alguma coisa se passa no território inimigo


As tréguas duram há tanto tempo
Que estranhamos a ausência de perigo
A calma é o pior conselheira, temos que estar alerta pois:


Alguma coisa se passa no território inimigo


Julgámos estar em segurança
Ter assegurado abrigo
Que tolos fomos!
Em lado nenhum estamos seguros

 
Alguma coisa se passa no território inimigo


Jurei proteger-te
Dar à tua vida um sentido
Falhei e peço-te perdão
Há coisas que nunca conseguirei ser
E ser fortaleza inexpugnável é uma delas
Peço-te apenas que fiques comigo
Para o fim tenebroso que se aproxima
A batalha final
entre o nosso bem
e o nosso mal
 

Alguma coisa se passa no território inimigo

Poema protegido pelos Direitos do Autor
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 15/03/2006
Reeditado em 16/03/2006
Código do texto: T123575

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5077 textos (170325 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:50)
Miguel Patrício Gomes