Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ELA

A tal poesia, coitada
Anda ocupada, talvez
Batendo em portas
Sonhando filhos
Pagando apostas
Esperando a vez

Essa poesia ocupada
Anda cansada, talvez
Atando pontas
Seguindo os trilhos
Fazendo as contas
Do fim do mês

Minha poesia menina
Anda crescida de vez
Perdeu-se
Entre o verso e o reverso
Dos sulcos
Que trago na tez
Dalila Langoni
Enviado por Dalila Langoni em 15/03/2006
Reeditado em 15/03/2006
Código do texto: T123623
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dalila Langoni
Estados Unidos
102 textos (6278 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:28)
Dalila Langoni