Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu infinito

Angélica T. Almstadter

Como uma paixão indefinida,
Que gorjeia nas franjas do dia;
Como um sol que nasce alegremente,
 Passeia pelas encostas e vales
E segreda olhares escondidos;
Assim viaja a minh´alma adormecida.
Mergulhada na utopia,
Dos acertos e erros freqüentes,
 Meros detalhes.
Como flor que respira brisa,
Sorve da natureza a vida,
E devolve alegria em perfumes;
Assim minh´alma se eterniza
Numa solidão consentida,
Recolhida em queixumes.
Minh´alma bailarina,
Abraça o infinito,
Se agarra às estrelas,
Como se nele entendesse sua sina,
E pudesse num apertado grito;
Movê-las.
Minh´alma voa livre das cancelas,
Uma paixão que tateia,
Na escuridão dos universos.
Sabe reger as procelas,
E se prende em sua teia,
Pra desaguar em versos.
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 21/04/2005
Código do texto: T12364

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 62 anos
1054 textos (55639 leituras)
25 áudios (3274 audições)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:42)
Angélica Teresa Almstadter