Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dói, dor dolorida...

Dói, dor dolorida
Essa agonia de não ter de volta
Aqueles momentos, ah! momentos
Abre ferida
Tantas são, essas falas
Sem refletir aquilo que temos
De uma forma sentida
Bate, bate, sem parar
Quanto... quantos contratempos
Amar, mar, uma vida
Salvem nossos sentidos, salve o que fica
De todas as lembranças, todas as que vemos
Você vai a uma ilha perdida
Nesses olhos, suas lágrimas
Venha luz, iluminar nossos pensamentos
Fim
Vamos acabar essa corrida
O destino, há pouco nos espera
E tentaremos ser felizes ao menos.

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 21/04/2005
Código do texto: T12400
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120250 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 13:41)
Peixão