Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dia

Me levanto saudando o dia com o olhar.
Deixo as horas passarem,
Qual estrela cadente em noite sem luar.
Cipó parasita vivendo da planta
Sem sufocá-la.
Vezes cipó, vezes planta, sigo no vento,
Vento que move meus cabelos e os seus.
Embalo meu sonho em canção de ninar
Composta, ora por você, ora por mim.
No trajeto, o pão amanhecido, ora oferto, ora mendigo.
Sorrio e distribuo sorrisos.
Aguardo a noite cair, ora sombrio, ora radiante,
Pra me fazer noite e serenar, ora sublime, ora revolto,
Ora em paz.
Délcio Mores
Enviado por Délcio Mores em 16/03/2006
Código do texto: T124010
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Délcio Mores
Guarapuava - Paraná - Brasil, 51 anos
101 textos (11842 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:18)
Délcio Mores