Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NO CENTRO MÁGICO DO NADA

Há um coração de pássaro em cada encruzilhada
e em transe sideral a violeta adormecida em sonho...
Há um deserto de espaço em cada turbina de avião
e desfalecidas e nuas borboletas em céu risonho...

Um véu de fogo acendendo corações multiplicados
dentro dos capacetes crivados de pétalas de horror...
Um escarcéu de cavalos no centro mágico da floresta
onde duendes e druidas purificam a pele de cada flor...

A solidão das sementes é parecida com a febre do desejo
que toma conta das janelas com ferroadas de abelhas...
Nem o rio pode escutar o cimento adormecido dentro
das caixas nem que queira descobrirá o jorro das maçãs...

O risco apagado na página dos tempos explicaria a fúria
dos gigantes que descem de naves iluminadas...
Enquanto o pólen da corrosão abraça a última estátua
que se verga ao frio das geleiras glaciais que uivam...

Embarquem...embarquem...o tapete sem fuligem
sobrevoa a costa e as ilhas pedem náufragos...
Venham...venham...sem bilhetes e sem passagens...
os trens voadores esperam por vós...que somos nós...

Bebam...bebam...na ampulheta da memória os lábios do futuro
beijam o torso do passado...arrepiado...
Sonhem...sonhem...dentro de cada um as crianças
correm e lançam suas asas no abismo da esperança...

A terra fustiga moléculas e a ciência escreve
a última carta que alguém um dia poderá ler...
O mar se cria em curvas e despeja pérolas
em bolsas de mercadores ensandecidos...

O fogo lança sua língua em direção ao tuaregs
que são os últimos mosaicos das miragens...
o ciclone rompe o segredo das paredes
e fustiga o poder das redomas que guardam peixes vivos...

Por isso é que dentro dos corredores do silêncio
se escuta uma voz de romã verde...
Por isso é que fora das janelas
as paisagens se movem e se abraçam...velozes...

Por isso é que juntos estão aqueles
que levam larvas para a seda pura
Por isso que a separação só serve àqueles
que teem alma gêmea...

Por isso é que eu escuto seu coração
dentro do centro mágico do nada.

Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 17/03/2006
Reeditado em 17/03/2006
Código do texto: T124442

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6777 textos (102521 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:23)