Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FRATRICÍDIO





Não,
Não é vento.

Não,
Não é chuva.

A negridão da noite,
Não é a noite...
Não.

O que tu vês,
Dobrado em quatro,
A uma esquina
De esquecimento,
É só o vagabundo,
Que já não tem lamento,
Prà chuva –

Flúmen de lágrimas,
Correndo
Em líquido cristal.

E a chuva, é vento,
E o vento, é chuva –

Grito metamórfico,
Casulo, de vida sedento.

E a mentira foi concebida,
No ventre estéril, de uma puta,
Que se chama:

Sociedade fratricida.

Jorge Humberto
in Pensamentos Dantes e de Agora
Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 17/03/2006
Código do texto: T124496
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 50 anos
2622 textos (66669 leituras)
22 áudios (937 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:48)
Jorge Humberto