Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Verso sem pretensão

No céu a lua se esparrama
Prateando o firmamento
Meu coração que ama
Encanta-se com tal procedimento

As estrelas vão reluzindo
Decorando todo o céu
E aos poucos vão cobrindo
Toda a terra, como um véu

Pego-me entretida no espaço
Que consigo observar
Sem perceber abro os braços
Tentando a noite enlaçar

Em suave melodia
Deixo-me então embalar
Logo, logo será dia
E vou poder te encontrar...


Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 22/04/2005
Código do texto: T12471
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215222 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:26)
Priscila de Loureiro Coelho