Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De Quem Eu Gosto

De Quem Eu Gosto...
 
Não poderia confessar,
nem com este fado...
nem com uma súplica no olhar.
 
De quem eu gosto...
Como poderia dizer,
se vivo conjugando o verbo amar..
.
Como amo nesta vida...
É o melhor verbo a se conjugar,
Amo o céu, a terra, os animaizinhos,
os lugares que não conheço
a matiz do teu olhar...
 
Como é difícil confessar,
de quem eu gosto,
se nem a mim mesma confesso
a plenitude de te amar.
 
Que posso fazer,
se amar é a minha tônica
e sem ela não vivo!
 
Vou confessar só uma coisa
pra ti que é meu amor.
Confesso, sem ter vergonha que amo
e amarei ,enquanto aqui estiver
e que quero colher agora um beijo teu...
com sabor de açucena ou de alecrim,
nas pradarias douradas
deste mundo sem fim!..

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"
Poeta Amor
Enviado por Poeta Amor em 22/04/2005
Código do texto: T12475

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Poeta Amor
Araruama - Rio de Janeiro - Brasil, 81 anos
398 textos (14774 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:56)
Poeta Amor