Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades

VÍ você ontem,
ah! meu amor como estas bela!
A vida, o destino ,não sei bem,
não quis que ficassémos juntos.
Amei-te muito,ainda amo.
Lembra-te de nosso namoro na praça?
Foram bons tempos,
eramos felizes e não sabíamos.
A distancia em que vives não
me impede de te amar.
Foram dias tristes para mim
quando você partiu.
Ontem, naquele instante que te ví,
queria que o tempo parasse
e nós dois voltássemos no tempo
e de novo você ser minha!
Nada mudou para mim, sei que és
uma senhora , poém não me importo
só te vejo linda aos quinze anos
no nosso baile de formatura .
A nossa inocência era tão pura...
jurou-me amor eterno!
Juntos tudo parecia tão sereno,
sem problemas, ou tristezas!
Assim, quando acabou o baile,
você se foi no seu vaporoso
vestido rosa, acabou para mim a
alegria de viver!
juro, não acreditei quando
me disseram que tinhas partido .
Via você em todos os lugares,
sorrindo e me fazendo sorrir
com teus encantos e vigor da juventude!
Agora, ambos envelhecemos...
Meus olhos já não veêm você
sem óculos, minhas pernas
já não correm ou pedalam como antigamente.
Ah! mas meu coração, este quando te viu
ainda é mesmo , bateu forte que o peito tremeu!
Sentí que vocêtambém vibrou...
Sem palavras,trocamos um imenso
olhar , tão intenso, que ficamos alí parados...
um diante do outro , que nem reparamos
que todos já haviam saido da missa e a
igleja estava vazia!


borboleta azul
Enviado por borboleta azul em 22/04/2005
Código do texto: T12478
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
borboleta azul
São Paulo - São Paulo - Brasil, 65 anos
44 textos (6353 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:08)