Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


    MANSAMENTE 


Sem ruído, sem alarde, sem aviso
 
estranha sensação comprime o peito
 
tão solitária como o nascer do dia,
 
tão contundente como lâmina fria. 


Fiapos de tormenta, uma quase dor 

derrame ácido que goteja temor 

e em silêncio, dissemina estilhaços.
 

       Monta nos ombros do entusiasmo
 
       e fecunda o germe do cansaço. 



rpo/sp - 2004
Sonia R
Enviado por Sonia R em 18/03/2006
Código do texto: T124965
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia R
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
983 textos (107032 leituras)
3 áudios (802 audições)
3 e-livros (478 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:57)
Sonia R