Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MONTENEGRO

   
Odeio quando você some
Sem me informar ou deixar paradeiro
Quando tenta me enlouquecer
Se disfarçando na multidão.

Adoro sentir as suas pistas
Decifrando os sorrisos
Por onde você passou.

Adoro encontrar-la,
Desvencilhar-me da saudade
Que sustentava os sonhos.

E despertar na realidade
Onde você está presente.

Odeio quando busco você
E não encontro,
Quando me sinto sozinho no mundo,
Isolado de tudo.

Tenho crise quando captura as atenções
Quando se torna o centro das visões,
E me empalha num canto qualquer do ambiente.

Odeio quando escapa entre os meus dedos
Quando evita os meus lábios,
E some perdida no ar.

Adoro quando sorri,
É o que mais gosto no mundo,
Puxa vida, não tem nada que me agrade mais,
Que me fortaleça mais.

Sorria,
Abra os lábios e
Sorria;
Pois a amo.
mário cardoso
Enviado por mário cardoso em 18/03/2006
Código do texto: T125119

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site http://recantodasletras.uol.com.br/autores/abelha). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
mário cardoso
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 31 anos
370 textos (14926 leituras)
3 áudios (241 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 06:09)
mário cardoso