Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS GRADES DA VIDA.

Quando libertar-me das grades da vida,
Não quero flores nem lagrimas.
As flores não vou sentir mais perfume,
Lagrimas não precisa já chorei demais.


Ao lembrar de mim se for meu amigo reze,
Se for meu inimigo despreze.
Eu vou esta do outro lado somando meus erros,
Fazendo a colheita de tudo que plantei.
Sem nenhum medo, vou lembrar de quem amei.

Vou descansar meu corpo da dor,
E o meu coração do que chamei de amor.
Quando lembrar de mim,
Lembrem apenas de minha vida.

Fui um guerreiro, venci batalhas.
Fui derrotado só pela morte.
Desafiei suas navalhas,
Mais no campo de combate fui valente.
Não um covarde um canalha.

Vou esta em uma festa,
Entre amigos que me esperou.
Enquanto muitos acharem que me perdeu,
Eles sabem que me ganharam.

Enquanto muitos me dizem adeus,
Eu sorrindo digo até breve.
Vou esta esperando alguns nesta festa.
Ou quem encontre na metade do caminho,
Pois esta viagem só se faz sozinho.

O homem pode morrer,
Mais sua história será escrita no livro do tempo.
Onde a morte nunca vai apagar.
Onde muitos vão lembrar.

Muitos tentam destruir a vida e o mundo,
Que foi construído por um só,
O amanhã para a vida pode ser muito tarde,
Lute hoje,
Para amanhã não morrer um covarde.


BRIONE CAPRI
BRIONE CAPRI
Enviado por BRIONE CAPRI em 19/03/2006
Código do texto: T125372
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BRIONE CAPRI
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 32 anos
1425 textos (66574 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:38)
BRIONE CAPRI