Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A VOLÚPIA DE PSIQUÊ

Ouvi falar
que escreves
como a beleza
de Psiquê.
O que?
Como te atreves?
Por acaso desafias
a ira de Afrodite
rabiscando poesias
que enfeitiçam Cupido.
Corres risco poetisa !
Não sabes o que te espera !
Paixão não é libido
É tormento
Sofrimento.
Mas,
insistes
e, no seu sono forçado
acolhes teu amado
acreditando ser serpente.
Deitas!
Gozas!
Gerando volúpia
E Eros capitula
Não resiste
Submete-se
Corre risco
Vai à Zeus
Implora
Chora
E, até mesmo um deus
Sucumbe aos apelos
Seus.
Cuidado poetisa !
Tu és profetisa?
Sei que és bela.
Mas,
cautela !


Dionisio Teles
Enviado por Dionisio Teles em 20/03/2006
Reeditado em 21/03/2006
Código do texto: T125922

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Dionisio Teles). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dionisio Teles
Barueri - São Paulo - Brasil, 64 anos
177 textos (43636 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:16)
Dionisio Teles