Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estático

numa época de riqueza e disputas
me escondo
como um tatu na toca
do silêncio

nada digo, nada faço
vivo e não vivo
sou como agua
transparente

não julgo, não luto
penso e não penso
sou como o vento
que viaja

finjo, sem culpa
durmo e não durmo
sou como a pedra
parada
rdeorristt
Enviado por rdeorristt em 20/03/2006
Código do texto: T125996
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
rdeorristt
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
153 textos (5539 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:22)