Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cantiga


Hoje quero uma cantiga nova a me acalentar
Quero o aconchego
A paz de cada amanhecer
Quero o céu cheio de estrelas a brilhar no meu quarto
A luz da lua a me clarear.
Quero o vento frio batendo no meu rosto
O canto dos pássaros a me acordar.
O latido dos cães me despertando nas madrugadas.
O vaga-lume entrando e se fazendo companheiro de minha solidão.
Ah! Como quero essa natureza viva.
Quero senti-la cada vez mais.
É gratificante a noite, as madrugadas, este silêncio profundo.
Esta calma.
Esta claridade noturna.
Tudo aqui é lindo.
Tem mais vida.
Tem cheiro de terra molhada,
Cheiro de vida.
É um verde-vermelho-branco e rosas a me enfeitar.
São dálias, flores e frutos.
É o verde brotando cada dia mais.
É a rosa desabrochando.
A dama da noite com seu perfume invadindo a casa.
São os besouros tontos,
Os vaga-lumes perdidos,
Os insetos que na cidade não existe.
Tudo aqui é diferente.
Tem mais vida, sol e mais luz.
Tem cheiro de verde.
Tem luz de paz
Tem amor de terra vermelha
Tem vida e amor.
Sou feliz nessa cidade tão acolhedora.

Aparecida de Goiânia, 14.03.94


ZEL
Enviado por ZEL em 06/01/2005
Código do texto: T1271
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ZEL
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 69 anos
311 textos (33903 leituras)
8 e-livros (802 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/16 21:18)
ZEL