Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

***EU SOU ASSIM***




Sou como uma ave vadia...
Que voa nos céus do horizonte,
Que desconhece a melancolia,
Sou como a estrela cadente,
Como uma rápida melodia,
Transmite no peito a importância de ser gente...
Mas sofro contente,
Não menosprezo a alegria
Pois ela faz parte da vida.
Sei que na vida, em cada dia,
Surge uma esperança na vida da gente.
Vago por novos caminhos,
Busco novos amigos,
Vôo por rios indecisos,
Em meu mar, somente ondas de sorrisos.
Sou como uma nuvem certeira,
Que rasga o céu de forma passageira,
Sou como alguém livre no céu da vida,
Rasguei o mundo das ilusões e das fantasias.
Sou como a ave vadia...
Para meu viver, não existe fim.
Quero na vida ser alguém,
Mas não desconhecer o horizonte além...
Quero vagar por todos os mundos, porém...
Quero ter a força e a fraqueza...
De quem vive, de quem possui inseguranças e certezas,
Não quero confundi fraqueza com humildade,
Quero sim conhecer todos os rios que traduzem felicidade,
De ser feliz e preencher meus vácuos de possibilidades.
Do mundo da vida quero conhecer todas as suas cidades,
Todo viver, todo sofrer...E poder definir...
Por que? Eu sou assim...
 
 

Autora Nadir Vilela
(direitos autorais reservados)
Em 27-02-1989 Brasil-Itatiaia-Penedo

Nadir Vilela Poetisa
Enviado por Nadir Vilela Poetisa em 23/03/2006
Código do texto: T127128

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir Vilela Poetisa
Itatiaia - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
572 textos (84745 leituras)
63 áudios (23024 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:35)
Nadir Vilela Poetisa