Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PENA.

Ó pena, minha escrava,
Meu conteúdo de amor,
Um pensamento bastava
E rabiscavas
A minh'alma em dor.

Embebida em meu
E sangue cruzavas,
O papel tão branco,
Eu então triste,
Tristezas tu
Não nele passavas
Meu conteúdo de amor,
E o branco,
Tu dele fugiste.

Ó pena, minha escrava,
Meu  desabrochar
De uma flor,
Quando pedias,
Calavas
E cessava
Um poema de amor.

Não eras a mim dedicada,
Tu choravas,
Tu faltavas.
Ó pena, sê minha amada.
Ó pena, sê minha escrava.
   

    (D`Eu)
Sidnei Levy
Enviado por Sidnei Levy em 23/04/2005
Código do texto: T12716
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sidnei Levy
Campinas - São Paulo - Brasil, 71 anos
298 textos (20822 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:10)
Sidnei Levy