Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Voar

Atirei longe as algemas
no quebrar das ondas do mar,
fiquei ali, instantes... parada!
sem mergulhar os olhos
no azul do mar.
O sol morno
do final da tarde
alentava minha esperança,
as andorinhas-do-mar
faziam coro
ao meu grito de liberdade...
Corri! corri sem parar,
até cansar.
Ofegante! engoli meu proprio riso.
Liberdade!
céu azul, noites de prazer
assim é pra ser
o ser que quero ser!
Jamaveira
Enviado por Jamaveira em 23/03/2006
Reeditado em 02/08/2006
Código do texto: T127162
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jamaveira
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 62 anos
1943 textos (95989 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 03:58)
Jamaveira