Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rodamoinhos...

Rodamoinhos lascam tantas centelhas
Rugidos estremecem a alvenaria
Feito pedras sonhando com a vida
Sempre no mesmo lugar...
Cadê você minha doce Lua?
Todas as facetas que aos olhos brilham
Riscos turvados em forma de riso
Ventos ciclônicos brincam lá adiante
Dicas de sucesso na hora do rock
Bolas descendo a ladeira
O céu que a neblina tem
O desespero de um persa com as portas fechadas
Hora cheia, alguns encerram o dia
Outros, a labuta ainda por começar...
Luz na cara, uma travessa em néon,
Um toque para recolher
A balada do lado mais escuro
Gelo seco nos anéis de Saturno
Dama da noite rompe em fragrâncias
O estalo de um beijo inacabado
Por todas as solidões revista na tela!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 23/03/2006
Código do texto: T127207
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120251 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:02)
Peixão