Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOCE LAMENTO

       


no amor como na natureza
não há nome porque dizer,
amor é sempre amor, com certeza
bastamos querer


bem sei que há respeitos
impostos pela lei,
mas dois seres perfeitos
são como a alguém,

a quem respirar é preciso
para mostrar da boca o sorriso
assim o querer, querer bem


se digo"amo", então amo
diferentes os espaços ou engano,
mas quem assim ama, ama como ninguém

Jorge Humberto
9/11/05 23:00h
Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 23/03/2006
Código do texto: T127301
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 50 anos
2622 textos (66669 leituras)
22 áudios (937 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:28)
Jorge Humberto