Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aspirar

Ainda não sinto no peito o alento que tanto aspiro
Percorro dias e noites, por dentre nuvens brancas...
Arrepia o vento febril, me leva à colina santa!
Aonde heide ter sonhos em dias de encanto

Na profundeza da aurora
Sinto na alma a face destorcida
Teço versos, clamo em penitência.
Faço dela minha vida

No clarão das luzes
Sobe a noite crepuscular
Sorriso, desejos, lagrima...
Deus aqui deve estar!


Imagino agora meu mundo
Aspirar, aspirar, aspirar...


 





 




Eperdus
Enviado por Eperdus em 24/04/2005
Código do texto: T12790
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eperdus
Curitiba - Paraná - Brasil, 43 anos
39 textos (1277 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:16)
Eperdus